Descubra o que é Game Thinking

O game thinking é uma abordagem robusta e completa, que abarca diversas técnicas e estratégias do mercado.

Tempo de leitura: 4 minutos
homem branco, com cabelos castanhos e curtos, vestindo camiseta verde com camisa jeans de botões aberta por cima, colando com uma mão post its azuis e amarelos em uma parede de vidro em sua frente, na outra mão segura uma agenda branca pequena
homem branco, com cabelos castanhos e curtos, vestindo camiseta verde com camisa jeans de botões aberta por cima, colando com uma mão post its azuis e amarelos em uma parede de vidro em sua frente, na outra mão segura uma agenda branca pequena

 

Com certeza você já ouviu falar em gamification, né? Mas e quanto ao termo game thinking, será que é a mesma coisa?

Neste artigo, você vai descobrir que, embora estejam relacionados, os dois conceitos são diferentes. Além disso, podem contribuir de formas distintas na sua estratégia de Educação Corporativa Digital. Acompanhe a leitura e saiba mais!

Como surgiu o conceito de Game Thinking?

Quando a gamificação foi oficialmente inventada, há mais de 20 anos, seu propósito era engajar consumidores em um contexto de marketing digital. Desde então, muita coisa mudou. 

Com o surgimento de aplicações diversas em educação, saúde, esportes, segurança de dados, transporte, entre outras áreas, a abordagem cresceu. Ademais, também ficou claro  que não seria possível dissociar gamification de outras abordagens similares, como simuladores, playful design, tecnologias de Realidade Virtual e Realidade Aumentada. 

A partir dessa perspectiva, surge o game thinking: uma abordagem mais robusta e completa, que abarca todas as técnicas e estratégias já existentes no mercado. Dessa forma, dando um leque maior de possibilidades aos profissionais que desejam inovar por meio do uso de tecnologia.

Game Thinking segundo os especialistas

Amy Jo Kim, consultora empresarial, diz em seu canal no YouTube que game thinking é  “aquilo que gamification quer ser quando crescer”. Kim apresenta o conceito como uma junção entre as técnicas de gamificação, a disciplina produtiva do desenvolvimento ágil, e a capacidade de inovação estratégica do Design Thinking

Já Andrzej Marczewski, importante especialista em gamificação, descreve game thinking como a integração de todas as abordagens relacionadas ao game design. Ele explica que utilizar a estratégia é dispor de uma caixa cheia de ferramentas no início de cada projeto, escolhendo aquelas que serão realmente úteis em cada momento. 

Ainda que ao iniciar um projeto, não esteja muito clara ainda qual abordagem é a melhor – isto é, se é um jogo, um simulador, ou técnicas de gamification – de acordo com Marczewski, o profissional de Game Thinking precisa ser versátil e estar preparado para se adaptar às necessidades que surgirem.

banner verde com os dizeres "ebook, gamification: impulsione os resultados do seu T&D! baixe agora"

Game Thinking na Educação Corporativa

Como já sabemos, Gamificação veio, firmou seu lugar, cresceu e sua importância virou senso comum no mundo corporativo. Cresceu tanto que integrou-se a outros gigantes do mundo dos negócios: agile, Lean UX, simuladores, realidade virtual etc. 

Não dá mais para pensar em soluções de gamification dissociadas dessas outras ferramentas.

Por isso, quando falamos em Game Thinking, tratamos de um universo ainda maior de estratégias baseadas em jogos e comportamentos. Uma estratégia que trabalha com um framework mais completo de soluções, que podem ser usadas de forma conjunta ou separadamente. 

Para que tudo isso funcione, a equipe que desenvolve soluções gamificadas deve ser interdisciplinar, e com isso ser capaz de fazer uso da grande variedade de abordagens, métodos e técnicas disponíveis. Assim, conseguirão gerar transformações comportamentais efetivamente.

Quando aplicada corretamente em uma Capacitação Corporativa, a estratégia de game thinking promove:

  • Motivação 

  • Inclusão 

  • Metodologia centrada no estudante 

  • Pensamento crítico e tomada de decisões 

  • Trabalho em equipe 

  • Criatividade

Além disso, diferentemente do que muitos acreditam, implementar o game thinking não é tão complexo quanto parece. O uso desse recursos não requer uma mudança monumental no seu sistema de treinamento. 

Muitas atividades ou estratégias ativas de aprendizagem que você já utiliza podem conter alguns dos elementos de jogos e, com pequenas mudanças, podem ser transformadas em ferramentas de aprendizagem ainda mais eficazes.

Se você deseja desenvolver programas de T&D envolventes, que motivem os colaboradores e tragam resultados reais à sua empresa, conte com quem entende de Educação Corporativa Digital! Fale com um especialista DOT  e saiba mais.

Leia também:

>> Conheça as principais Tendências em T&D para 2023

>>O impacto do ESG no mercado financeiro 

>> O que é criatividade?