[Na mídia] Universidade Corporativa: um instrumento para elevar a competitividade

O desenvolvimento de diferentes tecnologias tem tornado a criação de universidades corporativas viável financeiramente

Cada vez mais empresas entram para o time de corporações que decidem criar universidades internas com o objetivo de qualificar não apenas sua própria equipe, mas também colaboradores e gestores de seus clientes. Até bem pouco tempo restrita a grandes companhias, o desenvolvimento e a popularização de diferentes tecnologias tem tornado a criação de universidades corporativas viável financeiramente para empresas menores, especialmente com a criação de ambientes virtuais de ensino.

“Manter um aprendizado dinâmico e constante, promovendo a cultura da educação dentro da sua empresa, é cada vez mais importante para aumentar a competitividade da empresa em relação ao mercado”, afirma Luiz Alberto Ferla, presidente do DOT digital group, umas das referências em tecnologias para a educação (EdTech).

 

A empresa tem em seu portfólio grandes marcas que investem em plataformas digitais para promover o desenvolvimento e treinamento de seus funcionários e parceiros, como Honda, Natura e TIVIT

A TIVIT, empresa em serviços integrados de tecnologia para a América Latina, queria expandir a Academia Techno TIVIT com a implementação de cursos a distância. O DOT desenvolveu uma plataforma com recursos inovadores como simuladores, realidade virtual e realidade aumentada. Em pouco mais de um ano, a ferramenta alcançou mais de 550 cursos disponíveis para cerca de 9.500 colaboradores. A partir desses resultados, a TIVIT lançou seu portal de educação corporativa, com foco no treinamento de seus colaboradores de TI.

Capacitando o próprio mercado – Capacitar o time do cliente é o objetivo da Universidade Cianet, lançada durante o ISP Next Summit 2018, promovido em novembro pela empresa. A Cianet é também uma das referências em soluções tecnológicas para pequenos provedores de internet, conhecidos como ISP. São mais de 7 mil prestadores de acesso à internet no Brasil, segundo dados da ANATEL. O segmento cresceu muito nos últimos anos e, junto, já é o terceiro maior mercado de acesso à banda larga fixa no Brasil, à frente da operadora Oi.

Para garantir a competitividade dos ISP e, assim, garantir o crescimento do próprio mercado, a Cianet está disponibilizando cursos online para seus clientes. Uma das trilhas, por exemplo, ensina equipes de ISP a instalar redes ópticas e redes FTTx. “Nosso papel é enxergar à frente estando ao lado do cliente”, afirma Sílvia Folster, CEO da empresa. “No segmento de mercado dos provedores regionais, questões que tangem a educação, como a escassez da mão de obra qualificada e o alto custo da formação de um profissional, são pontos que refletem diretamente nos serviços prestados pelos provedores”.

*Conteúdo publicado originalmente em Mundo RH. Acesse 04/12 às 14h48.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

[Videocase] TIVIT expande academia Techno TIVIT e capacita mais de 9 mil colaboradores

A necessidade de oferecer uma capacitação constante aos seus profissionais levou a TIVIT, líder em serviços integrados de tecnologia na América Latina, a investir em tecnologias para a educação a distância e expandir a academia TECHNO TIVIT, que abrange programas para a formação dos profissionais de TI da companhia.

Hoje a TIVIT conta com 6 academys. São 9 mil colaboradores, em 8 países (LATAM) + Brasil – Foco Colômbia, Chile e Peru.

Veja o depoimento da Kelly Rickes, Gerente Geral de Desenvolvimento Organizacional da TIVIT, sobre este case DOT digital group.

 

Conheça mais sobre esta case aqui.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

Case TIVIT | Educação Corporativa

Na TIVIT, líder em serviços integrados de tecnologia na América Latina, o maior exemplo de que investir em educação corporativa dá resultados vem da alta gestão da empresa. O atual presidente executivo da companhia, Carlos Gazaffi, iniciou sua carreira na TIVIT há mais de 15 anos como analista e foi por meio da qualificação profissional interna que alavancou sua carreira dentro da empresa. Gazaffi já passou pela diretoria de vendas, vice-presidência de infraestrutura de TI e vice-presidência de gestão em tecnologia, até chegar ao topo. Foi ele quem idealizou a Academia Techno TIVIT, criada em 2016.

Em 2018, a empresa decidiu investir na capacitação constante de todos os seus colaboradores. Missão quase impossível para quem tem mais de 8 mil funcionários em oito países latino-americanos. A solução foi implementar uma plataforma de educação a distância para expandir a Techno TIVIT, até então restrita a um grupo de colaboradores, especialmente lideranças. A empresa também sabia que era preciso criar conteúdos em formatos atrativos para promover o engajamento e firmou uma parceria com o DOT digital group, EdTech sediada em Florianópolis e com clientes como Natura, Honda e Santander.

Para atender às necessidades da TIVIT, a equipe do DOT desenvolve soluções de educação digital personalizadas para a empresa. Os cursos são desenvolvidos sob medida utilizando diferentes formatos (vídeos, podcast, infográficos, learning pages e games), recursos tecnológicos (simuladores, realidade virtual e realidade aumentada) e plataformas (mobile, desktop). A EdTech desenvolve todos os conteúdos para as seis academias da TIVIT no Brasil e nos demais países da América Latina.

Em pouco mais de um ano, mais de 550 cursos foram disponibilizados para os colaboradores com o objetivo de desenvolver habilidades técnicas e comportamentais. A partir desses resultados, a TIVIT lançou seu Portal de Educação Corporativa. “Nossa proposta é que os colaboradores aprendam e desenvolvam novas habilidades para construir uma carreira ascendente na empresa”, explica Kelly Rickes, gerente geral de Desenvolvimento Organizacional da empresa.

Veja o depoimento da Kelly Rickes, Gerente Geral de Desenvolvimento Organizacional da TIVIT, sobre este case DOT digital group.

 

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT