A potência chinesa: o que vi

DOT DIGITAL GROUP

Luiz Alberto Ferla, CEO e fundador do DOT digital group

Voltei da maior missão brasileira à China e o que vi é um mercado que temos que nos aproximar mais. O gigante asiático já é o maior parceiro comercial do Brasil e ainda há muito a ser conquistado.

A convite da APEX-Brasil, junto com 120 executivos de 70 empresas do Brasil, participei de uma das maiores feiras do mundo, a China International Import Expo (CIIE 2018). Em 10 dias, o evento recebeu 800 mil pessoas. Tudo na China é grandioso, começando pela população – 1,4 bilhão de pessoas, muitos dos quais jovens ávidos por tecnologia e capacitação. É a combinação perfeita para o DOT digital group, a única empresa brasileira de tecnologias para educação participante do evento.

Não por acaso, vimos enorme interesse por nossas soluções de EdTech. Voltamos com um acordo para o desenvolvimento de uma plataforma digital de educação a distância para uma instituição chinesa, além de outros negócios alinhavados. É só o começo de uma parceria importante para nossa estratégia de internacionalização. Os jovens chineses são a mola propulsora deste gigante mercado. E nós temos soluções que tornam o aprendizado atrativo e eficiente, imprescindível para as gerações que já nasceram na era digital. E o mais importante: são tecnologias com padrão internacional, competitivas no mercado mundial.

Aliás, esse é o ponto em que quero chegar. Na missão à China, percebi que o Brasil como nação exportadora precisa acreditar mais em si próprio e oferecer aos outros países o que eles realmente esperam de nós. Temos uma “marca Brasil” associada à alegria e a criatividade, muito em função de atributos como futebol, música, café e a diversidade da Amazônia. Mas quando vemos o conjunto de nossos produtos expostos numa feira, ele não traduz essa essência que o mundo espera encontrar na “marca Brasil”.

Precisamos mostrar quem somos e onde podemos chegar. O mundo quer conhecer o Brasil, as pessoas se encantam e querem copiar o estilo brasileiro. Cabe aos empreendedores que querem atuar neste mercado aliar seus produtos a estas bandeiras já conhecidas. O caminho não é fácil, mas é possível: o mercado chinês é muito competitivo e não é para despreparados.

DOT digital group está preparado para levar ao mundo, por meio da nossa tecnologia, a mensagem de um Brasil criativo e inovador.

*Artigo publicado originalmente no LinkedIn.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT