Qual a importância da gestão do conhecimento nas empresas?

Tempo de leitura: 4 minutos

 

A gestão do conhecimento nas empresas ainda é um assunto pouco discutido, mas muito importante, afinal, não existe negócio que não precise de conhecimento para evoluir, não é mesmo?

Sendo assim, para que as empresas consigam gerar valor a partir do máximo aproveitamento de seu capital intelectual,  surge a estratégia de gestão do conhecimento, para impulsionar os ativos intangíveis de uma organização. Como isso funciona? Acompanhe a leitura e entenda!

A relevância da gestão do conhecimento nas empresas 

Nos últimos anos, a capacidade de inovar deixou de ser um diferencial para tornar-se uma nova exigência do mercado, de modo que a expectativa é que grandes empresas incorporem essa característica em seu hall de competências organizacionais. 

Diante disso, é essencial que, cada vez mais, as organizações voltem a sua atenção para a estratégia de gestão do conhecimento, buscando práticas inovadoras através da aposta em um ativo extremamente valioso para qualquer instituição: o saber.

De acordo com o artigo Knowledge Management of Emerging Economy Multinationals (2016), a gestão do conhecimento  inclui não só a aprendizagem, mas, também, a criação, aquisição, transferência, integração, e disseminação dela. O texto também cita a inovação como sendo o principal resultado da  gestão do conhecimento.

O objetivo da gestão do conhecimento é ampliar o acesso às informações que poucos sabem, conectando as fontes de geração às necessidades de aplicação. Isso pode ocorrer por meio da integração entre o conhecimento adquirido e o acesso a esse conhecimento.

Afinal de contas, de nada adianta contar com um grande repositório de informações, se ninguém for capaz de acessá-lo.

Assim, a estratégia de gestão do conhecimento nas empresas surge como aliada na geração de valor, tanto para a empresa quanto para os colaboradores, e como uma poderosa ferramenta para os times de RH e T&D.

Para que isso seja possível, é necessário encarar as organizações como estruturas e fluxos de conhecimentos. No cenário atual, diferentemente da era industrial, a criação de valor de uma organização não é mais criada somente a partir de bens materiais. 

Antigamente, a geração de valor de uma organização ocorria através da adição de recursos, como energia e mão-de-obra. Hoje, o que vemos nas grandes empresas é a criação de valor a partir da inteligência e da competência de seus colaboradores, bem como do relacionamento construído com seus clientes. 

Nesse cenário, a aprendizagem continuada se faz necessária e, consequentemente, a gestão de conhecimento também.

banner roxo, do lado direito uma mulher branca, de cabelos cacheados e curtos, vestindo camiseta cinza, calça jeans, botas de inverno e óculos, sentada sobre um tapete, com as pernas cruzadas enquanto olha para a tela no notebook apoiado no chão e segura com a mão esquerda uma caneta e com a mão direita uma caneca. do lado esquerdo os dizeres "ebook lifelong learning e as soft skills: colaboradores como protagonistas de seu desenvolvimento, baixe agora"

Colocando a gestão do conhecimento em prática

A gestão do conhecimento nas organizações compreende não somente os ativos de conhecimento de uma empresa, mas também a gestão dos processos relacionados a esses ativos. É uma prática que envolve a identificação e análise dos ativos de conhecimento disponíveis e desejáveis, os processos a eles associados, além do planejamento e o controle das ações para desenvolvê-los, sempre tendo em mente os objetivos da organização.

Os processos envolvidos na gestão de conhecimento nas empresas consistem em 4 grandes pilares, que são: 

  • Desenvolver

  • Preservar

  • Utilizar 

  • Compartilhar 

 

Mas, como aplicar tais pilares no dia a dia, na prática? Isso pode ser feito de forma simples, por meio da adoção de algumas ações estratégicas. Veja:

Identificação e mapeamento dos ativos intelectuais detidos e desejados pela empresa, através de um planejamento estratégico, analisando as metas da organização e, a partir disso, definindo os conhecimentos já disponíveis e como disseminá-los e, também, os conhecimentos a serem desenvolvidos;

Geração de novos conhecimentos, por meio do desenvolvimento de uma cultura de lifelong learning no ambiente corporativo, com capacitações pertinentes aos objetivos da empresa e ajustadas às necessidades dos colaboradores, a fim de oferecer vantagens competitivas no mercado;

Organização de dados e informações, de modo a torná-los acessíveis aos colaboradores e, assim, estimular o compartilhamento das melhores práticas e de tecnologias que possam apoiar a propagação do conhecimento;

Acompanhamento do mercado e suas transformações por parte dos gestores, a fim de prever riscos, encontrar soluções e sempre buscar novas oportunidades para o processo de inovação da organização.

banner verde, com os dizeres conheça as melhores soluções educacionais para a sua empresa

Soluções educacionais digitais para a gestão do conhecimento

Agora que você já sabe o quanto é importante a gestão do conhecimento nas organizações e quais são os principais passos a seguir para implementá-la, chegou a hora de conhecer algumas ferramentas que podem facilitar esse processo.

A educação corporativa digital é uma grande aliada na estratégia de gestão do conhecimento, já que possibilita o compartilhamento do capital intelectual já existente em sua organização de forma eficaz e ágil. 

Além disso, com as soluções educacionais digitais corretas, é possível potencializar os conhecimentos de seus colaboradores, desenvolvendo novas habilidades que atendam às demandas de sua empresa. Confira algumas soluções DOT que podem apoiar a sua estratégia:

  • Diagnóstico Educacional

Com um diagnóstico educacional, é possível entender quais habilidades os seus colaboradores já detêm e quais ainda necessitam ser desenvolvidas. Dessa forma, é possível traçar uma estratégia de T&D eficaz, na qual os conhecimentos existentes sejam compartilhados, e novos conhecimentos sejam adquiridos por meio de treinamentos personalizados.

  • Universidade Corporativa

Com uma Universidade Corporativa Digital, é possível disponibilizar os conteúdos de maneira organizada e assertiva, direcionando cursos específicos diretamente ao público-alvo desejado e, também, gerenciando de forma sistemática o progresso dos colaboradores em suas jornadas de aprendizagem.

  • Educomunicação

A estratégia de Educomunicação é altamente recomendada quando falamos em Educação Corporativa, pois potencializa o engajamento e a retenção dos alunos, por meio de uma comunicação educacional assertiva e persuasiva, com o objetivo de encantar e motivar os colaboradores na realização das capacitações.

 

Quer saber mais sobre as nossas soluções educacionais e personalizadas? Desenvolva a sua estratégia de gestão do conhecimento com quem entende de Educação Corporativa de verdade. Fale conosco agora mesmo!

Leia também:

>> A importância da felicidade no trabalho

>> Educação Corporativa: um motor para a promoção de acessibilidade digital

>> Educação Corporativa e saúde mental no trabalho

2022-10-18T17:38:38-03:00