Planejamento Estratégico de T&D – Saiba como tirar o melhor das ferramentas

Início/Blog/Planejamento Estratégico de T&D – Saiba como tirar o melhor das ferramentas

 

O mundo está se tornando cada vez mais digital, demandando maior planejamento estratégico em diversas áreas. No cenário de capacitação corporativa não tem sido diferente: de acordo com uma pesquisa conduzida pela ABTD – Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento, no ano de 2015, 91% das empresas atuavam com capacitações presenciais, e apenas 9% optavam por soluções educacionais digitais.

Já nos últimos 7 anos, esses números  mudaram drasticamente – em 2022, o percentual de capacitações digitais já é de 69%. Tal panorama demanda das organizações a adoção de um bom planejamento estratégico de T&D para garantir resultados eficazes.

Por que o Planejamento Estratégico é importante na capacitação digital?

A capacitação digital vem ganhando cada vez mais espaço por apresentar diversos benefícios, como a possibilidade de oferecer treinamentos em grande escala e melhor estruturados,  com maior assertividade na escolha de conteúdos e, consequentemente, redução de custos. 

Além disso, a educação corporativa digital também é uma ótima maneira de reforçar a cultura da empresa, promovendo o aumento da retenção de colaboradores. Aliás, é importante mencionar que os benefícios do modelo digital se estendem aos colaboradores também, garantindo um ensino flexível, capaz de atender aos diferentes modelos de aprendizagem e respeitar as particularidades da rotina e do contexto de cada aprendiz, além de garantir maior agilidade no processo de aprendizagem.

Com tantos benefícios, é natural que as empresas queiram implementar a capacitação corporativa digital o quanto antes, mas calma! Para isso, é necessário planejamento – grandes empresas têm uma área de T&D bem estruturada, o que garante o sucesso de seus programas de treinamento e desenvolvimento. Por isso,  planejar as ações é fundamental para obter os melhores resultados. 

Pensando nisso, hoje nós iremos auxiliar você, profissional de T&D, a compreender como estruturar um bom planejamento estratégico e, assim, garantir assertividade na escolha da melhor solução educacional para a sua empresa. Confira:

6 etapas para desenvolver um bom planejamento estratégico

  • Entender os objetivos do negócio

Antes de definir quais são os objetivos a serem alcançados com a capacitação, é primordial compreender os objetivos do negócio. Lembre-se que o treinamento deve estar vinculado à uma “dor” a ser resolvida. Então, em primeiro lugar, reflita: qual é a dor que a sua empresa precisa resolver?

  • Desafios de aprendizagem

Agora sim – em alinhamento com os objetivos de negócio, defina quais serão os objetivos de aprendizagem a serem atingidos com o treinamento. Tenha em mente quais habilidades devem ser desenvolvidas para obter os resultados esperados.

  • Público-alvo 

Considerar o aprendiz na hora de planejar é essencial – identifique qual é o perfil do público, quais são seus hábitos e suas preferências. Essas informações te darão subsídio para escolher as ferramentas e estratégias mais adequadas.

  • Contexto de aprendizagem 

Leve em consideração, também, como é a rotina de seus colaboradores. Observe quanto tempo disponível e qual tipo de equipamento eles têm para se dedicar aos estudos.

  • Engajamento

Não basta desenvolver um conteúdo de qualidade, é preciso atrair o público para consumi-lo. Elabore um plano de comunicação que promova o engajamento do público, tendo como base a andragogia, que consiste em motivar adultos a aprenderem algo, demonstrando a eles os benefícios de tal aprendizagem e a aplicabilidade no dia a dia.

  • Indicadores

Por fim, mas não menos importante, é preciso realizar um mapeamento já no início do projeto. Defina quais serão os aspectos observados para efetuar uma avaliação eficaz dos resultados.

banner para baixar infográfico sobre universidade corporativa digital

Análise de Resultados

Após desenvolver um bom planejamento estratégico, e colocar o seu programa de T&D para funcionar, vem uma etapa crucial: avaliar e mensurar os resultados obtidos. Afinal, lá no início, quando a estratégia foi planejada, ela tinha um objetivo a ser alcançado, não é mesmo? Sendo assim, é essencial verificar se esse objetivo foi atingido, e quais foram os aspectos que contribuíram – ou não – para que isso acontecesse.

A avaliação, mais do que uma ferramenta de mensuração, serve como ferramenta norteadora para projetos futuros, por isso, não pule essa etapa. Existem 4 fatores que devem ser considerados:

  • Avaliação de reação

Ocorre por meio de feedbacks dos alunos e tem o intuito de apontar pontos de melhoria na experiência geral do aprendiz, como a abordagem dos conteúdos e os formatos utilizados.

  • Avaliação de aprendizagem

Mensurável através do desempenho dos colaboradores nas atividades e, também, em ações de reforço, que visam a retenção dos conhecimentos após os estudos, além da aplicação no dia a dia.

  • Avaliação de impacto

Deve ser realizada junto às lideranças, através da observação dos resultados no dia a dia, de acordo com as metas do negócio e os indicadores definidos no planejamento.

  • ROI

Finalmente, o principal indicador: o real impacto da capacitação no negócio, por meio do retorno do investimento inicial.

Com todas essas informações, fica clara a importância do planejamento estratégico de T&D para um programa de capacitação corporativa digital eficaz, não é mesmo? 

Então não perca tempo, fale com um de nossos especialistas e conte com todo o suporte necessário para o desenvolvimento de um planejamento personalizado para a sua empresa!

 

Por Bruna Mathias, Gerente Comercial no DOT Digital Group, e Natália Fernandes, Especialista de negócios em Edtech no DOT Digital Group.

 

Leia também:

>> Capacitação Digital no Varejo Alimentar: crescimento a partir da Educação Corporativa

>> Escolha as soluções educacionais certas para sua estratégia em T&D

>> Por que investir em capacitação e treinamentos online?

 

2022-07-08T15:01:30-03:00