O que é ESG e como deve ser aplicada na sua empresa?

Início/Blog/O que é ESG e como deve ser aplicada na sua empresa?

 

São apenas três letras, mas que podem fazer uma diferença enorme no seu negócio. O termo ESG (do inglês, Environmental, Social and Governance) vem ganhando cada vez mais força no mundo corporativo. Descubra o porquê.

Importância do ESG para as empresas

Em tradução livre, a sigla ESG significa “ambiental, social e governança“. Como o próprio nome sugere, o conceito está intimamente ligado à sustentabilidade, já que trata da mensuração do impacto das ações de uma empresa no meio ambiente e na sociedade.

O termo surgiu primeiramente no mercado financeiro, através de uma crescente preocupação dos investidores em apostar nas empresas que adotavam práticas mais sustentáveis.

Diante do aumento da discussão acerca de temas como mudanças climáticas, pegada de carbono, diversidade e inclusão, e responsabilidade social, os princípios ESG passaram a ganhar espaço em empresas dos mais variados segmentos.

Para uma empresa se manter relevante e valorizada no mercado atual, não tem escapatória: é primordial assumir seu papel enquanto entidade social e responsável e investir em ESG.

banner para baixar material sobre educação corporativa no setor financeiro

Entendendo cada área da sigla ESG 

Como dito anteriormente, o conceito de ESG está muito atrelado ao conceito de sustentabilidade, porém, não é só isso.

Cada letra da sigla refere-se a um termo distinto, com suas próprias especificidades. Veja:

  • Environmental = Ambiental 

Tem a ver com a redução dos impactos ambientais. Estabelece que a empresa responsável deve atuar com consciência diante de problemas como a emissão de carbono, o efeito estufa e as mudanças climáticas, por exemplo. 

  • Social = Social 

A questão social trata de como a empresa respeita as pessoas com quem se envolve:  clientes, funcionários, fornecedores e parceiros. 

Empresas com responsabilidade social tratam constantemente de temas como  privacidade, proteção de dados, engajamento, cuidado com a saúde mental, inclusão e diversidade. 

  • Governance = Governança 

Por fim, mas não menos importante, estão as práticas de gestão corporativa. Isso diz respeito às ações que a empresa toma visando adotar uma posição transparente e ética.

Fatores como a diversidade no conselho, ética e transparência nas informações, canal de denúncias e auditoria fiscal são considerados no processo de governança corporativa.

Conheça os pilares do ESG

Tornar-se uma empresa responsável e, dessa forma, gerar um impacto positivo na sociedade, não é tão simples quanto parece.

Existem alguns pilares essenciais a serem seguidos quando o assunto é ESG. São eles:

  • Ter uma atuação que gera alguma melhoria para a sociedade;
  • Estabelecer um diálogo aberto com clientes, fornecedores e comunidade, entendendo suas dores e as relacionando com a atuação da empresa;
  • Acompanhar o impacto ambiental causado pela organização e implementar estratégias para reduzi-lo, de acordo com as melhores práticas;
  • Ser transparente e contar com políticas de governança, que ofereçam uma prestação de contas clara e objetiva.

Como esses princípios impactam os profissionais de RH?

Felizmente, a sociedade vem se tornando cada vez mais consciente com relação às pautas trabalhadas pelo ESG. Por isso, só aumenta a cobrança por negócios que respeitem o meio ambiente e a sociedade em suas práticas, e que também tenham uma boa gestão.

A população quer consumir marcas que sejam transparentes e apresentem real preocupação e responsabilidade com o futuro da nossa sociedade.

Nesse panorama, o profissional de RH se faz essencial na mudança de comportamento das empresas. Isso porque a área de RH é a que, naturalmente, têm maior envolvimento com temas como cultura, diversidade, valores e propósito.

É essencial que os profissionais dessa área estejam atentos às mudanças que o ESG vem trazendo no contexto corporativo, e que estejam alinhados a tais mudanças.

Especialistas afirmam que os profissionais da área de T&D são os mais propensos a se tornarem autoridades em ESG. E ao dominarem esse tema tão pertinente, terão condições de disseminar os princípios para os demais colaboradores, através da educação corporativa

banner para conhecer as soluções educacionais do DOT

Como incorporar o ESG em seus programas de T&D?

Agora que você já sabe o quanto os princípios ESG são importantes e impactam positivamente na imagem e valorização de sua empresa, é primordial saber como aplicá-los.

Disseminar cultura e valores de uma organização entre os colaboradores nem sempre é uma tarefa fácil: é preciso que haja uma estratégia estruturada e constância.

Um programa de treinamento corporativo bem planejado, sem dúvidas, é uma excelente alternativa para tratar do tema com os seus times. Mas, antes de iniciar um programa de capacitação sobre o assunto, é preciso tomar algumas ações:  

  • Faça um mapeamento 

É importante entender quais são, atualmente, os impactos positivos e negativos de seu negócio internamente, no meio ambiente e na comunidade. 

  • Desenhe as estratégias 

Após descobrir o que está funcionando e o que precisa ser ajustado, é hora de partir para a ação. No entanto, tenha em mente que é preciso definir ações que sejam realmente realizáveis. 

  • Estabeleça metas 

Finalmente, é essencial definir metas a serem cumpridas para cada um dos pilares do ESG. Isso colocará o plano para rodar de fato, e também garantirá a posterior mensuração dos resultados.

Quer desenvolver um programa de T&D baseado em ESG que atenda às reais necessidades do seu negócio, com operação em larga escala e que esteja alinhado aos objetivos estratégicos da empresa? O DOT te ajuda! Fale com um de nossos especialistas e conte com toda a expertise de quem sabe fazer EdTech.

Leia também:

>> DOT Digital Group: 26 anos de experiência em EdTech

>> Como escolher o LMS ideal para o seu programa de T&D

>> A importância dos dados em uma estratégia de treinamento corporativo

2022-08-15T13:39:44-03:00