Se tem um assunto bastante comum entre empresas de diversos segmentos é o desenvolvimento de uma cultura de liderança organizacional eficiente e inovadora. 

As tradicionais estratégias embasadas no famoso livro The Leadership Pipeline, de Ram Charan, mostram a etapa de desenvolvimento de líderes como um longo passo a passo arquitetado para desenvolver habilidades relacionadas a negócios, estratégias, operações e finanças. 

Tudo isso é fruto da ideia original que se tem sobre “carreiras profissionais” e “carreiras gerenciais”, que são duas vertentes diferentes. Nesse modelo, “gerentes” sentavam-se atrás da mesa e “gerenciavam”, enquanto os demais profissionais “faziam o trabalho”.

E foi assim que construímos modelos de carreiras distintos, com papéis gerenciais subindo com maior potencial de ganhos. Mas hoje o mundo tem pensado diferente! 

Segundo artigo publicado pelo Josh Bersin Academy, embora muitas empresas ainda tenham hierarquias, não são mais elas que definem a maneira como o trabalho é realizado. As empresas passaram a trabalhar o potencial das equipes multifuncionais e projetos onde sua influência pode ser vasta, independentemente do seu nível – especialmente se forem especialistas técnicos ou de clientes. 

A ideia de que líderes são mais valiosos que indivíduos acabou. Todo mundo vira líder em algum momento da sua carreira, afinal, somente alguns de nós possuem competência de “gerenciamento profissional” como parte da jornada de trabalho. 

Muitas empresas compreenderam a importância de promover os colaboradores como líderes antes mesmo de eles estarem realmente prontos. Dar-lhes essa oportunidade e logo em seguida apoiá-los com treinamentos e ferramentas necessárias para o seu desenvolvimento só contribui para que se sintam engajados para inovar e crescer com a empresa.

De acordo com a pesquisa realizada pela Josh Bersin Academy, organizações que realizam uma orientação formal têm rotatividade 20% menor, a qualidade de liderança cresce em 46% e o desempenho das funções aumenta em 23%.

Educação digital como apoio ao desenvolvimento de líderes

Se a maneira de promover novos líderes nas organizações mudou, imagine como estão as estratégias de educação corporativa para capacitá-los ainda mais para a rotina de trabalho. 

As estratégias de ensino baseadas na tecnologia de e-learning (100% a distância) têm sido uma das opções de aprendizado mais eficazes dentro das empresas. Por meio de uma plataforma de e-learning, é possível simular uma verdadeira sala de aula, na qual o aluno escolhe onde e quando estudar, no seu ritmo de aprendizado e de acordo com as suas necessidades.

Além do famoso Learning Management System (LMS), sistema utilizado pelo mundo inteiro como um espaço de educação online, existe uma nova tecnologia que chamamos de LXP ou Learning Experience Platform, que traz uma proposta mais interativa, colaborativa e personalizada para o e-learning. 

Para compreender melhor do que trata uma LXP, vamos citar um dos mais novos produtos do DOT Digital Group, o Courselog. Uma plataforma de aprendizagem diferente de tudo que você já viu em educação corporativa!

O Courselog é uma plataforma de capacitação contínua, na qual os colaboradores têm acesso a uma playlist dinâmica com diversos cursos direcionados de acordo com a sua área de atuação. 

Além disso, o aluno não fica restrito apenas ao portfólio de conteúdos da empresa, nem precisa esperar pelo gestor para buscar formações que interessam na sua profissão; o colaborador assume o protagonismo da sua carreira ao escolher cursos da empresa e do mercado; e ainda pode recomendar e receber recomendações de novos conteúdos! 

Com o Courselog a aprendizagem digital é eficiente e com experiências personalizadas. Clique aqui e saiba mais!