Trabalho híbrido ganha força e exige que empresas reestruturem programas de treinamento corporativo para capacitar equipes híbridas a fim de manter times integrados e com chances iguais de desenvolvimento.

O modelo de trabalho híbrido, em que há funcionários em home office e outros no escritório em uma mesma organização, vem ganhando força à medida que o mundo caminha para um cenário pós-pandêmico. 

Nacionalmente, essa abordagem já é considerada por 80% das empresas, segundo pesquisa da Technology Review Brasil. 

A tendência, apontada pela consultoria global McKinsey, é que nove em cada dez organizações no mundo irão operar dessa forma no horizonte próximo. 

Próximos passos para capacitar equipe híbridas, de acordo com especialista DOT

O cenário é desafiador para os departamentos de Pessoas, que precisarão repensar seus programas de educação corporativa para garantir igualdade no acesso a treinamentos para capacitar equipes híbridas e mantê-las integradas.

“A flexibilidade quanto a modelo – se presencial, online ou híbrido – e formatos e mídias – se por meio de microlearning, vídeos, podcasts, mobile learning, etc – do treinamento será relevante não apenas para os funcionários atuais, mas também para atrair novos talentos com a mentalidade desejada: adaptável às mudanças, que busque crescer, se aprimorar ou requalificar”, explica a especialista em treinamento e desenvolvimento do DOT Digital Group, Sueli Andrade.

Para capacitar equipes híbridas, o ideal, de acordo com Sueli é que sejam utilizadas ferramentas e processos tecnológicos que permitam o acesso remoto dos conteúdos, de maneira individual, personalizada e nos horários mais adequados para cada profissional. 

O treinamento para capacitar equipes pode ser feito por meio de cursos ao vivo alternados com outros virtuais já gravados. Também deve-se investir em quizzes, slides de apresentação e material escrito, podcasts, pílulas de conteúdos. 

A aprendizagem ainda pode ser incentivada por meio de premiações e certificados de conquistas que podem ser compartilhados nas redes sociais.

blog-dot-digital-group-boletim-inteligencia-capacitacao-corporativa-para-forca-de-trabalho-hibrido

Para Sueli, uma estratégia de capacitação corporativa vencedora criará uma onda de engajamento que pode inspirar mudanças em toda a organização. 

“Faça do aprendizado uma prioridade para que os funcionários sintam que suas carreiras estão sendo impulsionadas. Se o público-alvo é grande, use pesquisas e questionários para saber o que esperam e personalizar cada experiência. Também busque modelos de avaliação de treinamento para medir o impacto do programa”, sugere. 

>> Abrindo a nossa metodologia DOT para Treinamento Corporativo Digital

>> DOT Digital Group: experiência de 25 anos em Educação Corporativa Digital orientada para o seu negócio

O DOT Digital Group trabalha em home office desde o início da pandemia, em março do ano passado. Com o avanço da vacinação em todo o país – dois terços dos seus quase 350 colaboradores moram em outras cidades que não a base da empresa -, planeja adotar o modelo híbrido a partir de março de 2022, quando reativará sua sede física em Florianópolis, SC. 

A seguir, confira as cinco soluções e métodos mais indicados para capacitar equipes híbridas, de acordo com a especialista em treinamento e desenvolvimento: 

Gamificação

A gamificação pode ser eficaz na construção do engajamento dos funcionários. Um jogo pode substituir um questionário ou um teste e pode ser igualmente eficaz para avaliar a compreensão. 

Aprendizagem Social

Aprendizagem social é o compartilhamento de informações e conhecimento por meio de discussões em blogs, mensagens instantâneas, fóruns de discussão, wikis, chats de vídeo e outros aplicativos de mídia social. 

As empresas claramente se beneficiam quando o conteúdo informal dos funcionários contém ideias úteis e soluções para problemas não abordados nos currículos formais.

Aprendizagem Experiencial e Imersiva

Os métodos de treinamento imersivo e experiencial são bem-sucedidos porque envolvem todos os sentidos e permitem que os alunos assimilem novas informações rapidamente e as retenham por mais tempo do que quando usadas metodologias tradicionais. 

Os tipos de aprendizagem imersiva incluem fotos e vídeos em 360 graus, simulações em 3D, realidade virtual e aumentada, gamificação e jogos educacionais.

Microlearning 

O microlearning é a entrega de conteúdo de aprendizagem na forma de “pílulas” de informação, em módulos com duração de não mais que 10 minutos. Surge como uma solução adequada aos profissionais familiarizados com ambientes digitais e que desejam conteúdos curtos. 

Webinars, workshops e treinamentos ao vivo

O objetivo é aproveitar a presença de colaboradores e tutores, em um ambiente digital, para que interajam. Com discussões, atividades em conjunto e exercícios práticos, é possível estimular a resolução de problemas e incentivar o engajamento do grupo e o trabalho em equipe. 

Atividades lúdicas e gamificação caem bem nesses formatos. O importante é conectar todos os colaboradores. 

(Release/ assessoria de imprensa Dialetto).

blog-dot-digital-group-educacao-corporativa-para-capacitar-equipes-hibridas