5 fatos sobre o cérebro que influenciam como as pessoas aprendem | DOT digital group
Ícone: O subconsciente domina o consciente O subconsciente domina o consciente

Em uma cadeira, estique sua perna dominante e faça pequenos círculos em sentido horário com o pé. Enquanto continua essa ação, com sua mão dominante desenhe o número seis no ar com seu dedo indicador. Seu pé parou ou mudou de direção? Desenhar o número seis é uma ação aprendida que você pode fazer automaticamente. Fazer círculos com o pé requer um pensamento consciente e energia. Normalmente é difícil criar um novo hábito ou aprender um novo comportamento. Até que o comportamento se torne automático, ele requer mais energia mental. Tornar um comportamento automático requer prática e repetição.

Ícone: O cérebro está conectado para encontrar padrões O cérebro está conectado para encontrar padrões

Padrões nos ajudam a ver sentido no mundo ao nosso redor. Formamos narrativas e buscamos ordem para acalmar o caos. O que normalmente separa experts de novatos é a proficiência em reconhecer padrões relacionados ao trabalho, mesmo que encontrar padrões seja um ato subconsciente. A tarefa de designers instrucionais é descobrir os padrões críticos que experts usam e converter isso em treinamento para novatos.

Ícone: Confusão é bom para o aprendizado Confusão é bom para o aprendizado

Quando possível, o cérebro opera em piloto automático. Mesmo que ele pese aproximadamente 1,3 kg, usa 20% da energia corporal. Seria exaustivo usar pensamentos conscientes para todas as atividades feitas durante o dia. Para realmente aprender alguma coisa, você precisa pensar de forma consciente sobre isso. O sentimento de confusão nos move a aprender. Quando o cérebro fica confuso, ele recebe uma dose de dopamina, o que resulta em um senso de desorientação que força o cérebro a prestar mais atenção.

Ícone: Os neurônios-espelho nos permitem aprender uns com os outros Os neurônios-espelho nos permitem aprender uns com os outros

Um dos melhores jeitos de aprender algo é assistir a outras pessoas se envolverem no processo. Isso acontece por causa de neurônios-espelho. Quando lemos uma história, ou vemos alguém passar por uma experiência, nosso cérebro ativa a mesma região que a da pessoa que está tendo a experiência. Neurônios-espelho fornecem a chave para entender o comportamento. É por isso que contar histórias é uma forma poderosa de aprender. Projetamo-nos em situações sem ter que de fato passar pela experiência.

Ícone: Sentimentos conduzem o comportamento Sentimentos conduzem o comportamento

Pesquisas afirmam que sentimentos e emoções são essenciais para que ocorra uma aprendizagem significativa, o que justifica que histórias, metáforas e ilustrações que permeiam ideias técnicas rendem melhores resultados que slides sobrecarregados. Pessoas são conduzidas por emoções. Por exemplo, algumas ficarão desconfortáveis ao fazer demonstrações na frente de outras pessoas. Entender a motivação do aprendiz é essencial para o sucesso de uma iniciativa de aprendizagem.