Na hora de tomar uma decisão, qual é o seu perfil?

2015-03-31_DOT_blog

O seu dia a dia profissional exige tomada de decisão rápida? Saiba como suas decisões diárias podem influenciar a sua vida pessoal e profissional, e aprenda a lidar com elas.

No livro Yes or No: How Your Everyday Decisions Will Forever Shape Your Life, Jeff Shinabarger identificou sete perfis mais comuns em profissionais. Claro que, baseado no livro, ao tomar uma decisão usamos parte de nosso conhecimento e feeling para agir de tal forma. Mas sabemos que para se tomar uma decisão assertiva é imprescindível a informação e a análise da mesma. Confira qual é o seu perfil no momento da decisão e veja como usá-lo a favor de conquistas profissionais:

1.       O indeciso

Não consegue tomar uma atitude assertiva e costuma adiar a decisão até o ponto em que é tarde demais. A vantagem é que evita conflitos, mas a desvantagem é que muitas chances são perdidas. Um indeciso pode definhar anos em um emprego insatisfatório só por não ter coragem de arriscar. O conselho para estes profissionais é fazer um balanço de suas expectativas e de seus medos. Como ressalta Jeff, devem arriscar para não perder oportunidades.

2.       O coletivista

Este profissional só toma decisões após consultar um grupo de pessoas de sua confiança. Além dos conselhos, busca harmonia entre as opiniões diferentes. O ônus está na lentidão na hora de decidir. Segundo o autor, é preciso chamar a responsabilidade para si, o coletivista deve ter clareza sobre o que espera de suas escolhas e valorizar as suas próprias intuições.

3.       O aventureiro

As decisões do aventureiro são motivadas pela vontade de ampliar a bagagem pessoal e, consequentemente, podem ser inadequadas ao negócio. A dica é evitar pensar apenas sobre o presente e entender que todas as decisões são importantes para o alcance de seus objetivos.

4.       O analítico

Você é aquele que sem dados não consegue imaginar qual caminho deve seguir? Então você possui perfil analítico.

Esse tomador de decisão sempre coleta o maior número de informações e dados. Possui em mente que as decisões não se limitam ao racional, mas sim a fatos e tendências. O lado positivo é que esse perfil está sempre bem informado e facilmente poderá fazer uma análise profunda sobre determinado tema. A armadilha este em ser sempre muito racional, um conselho é sondar as emoções das pessoas de sua equipe.

5.       O ponderado

Esse perfil gosta de fazer listas, colocar no papel quais os caminhos e quais suas consequências. Age apenas após ter analisado toda a situação. A vantagem desse perfil é a facilidade em avaliar situações complexas em que consequências devem ser consideradas. Mas com tanta ponderação se frustra ao perceber que deixou passar algum detalhe. O conselho é ter mais flexibilidade para lidar com o desconhecido.

6.       O espiritualizado

Como o próprio nome diz, para esta pessoa as respostas surgem por meio da religião e das crenças pessoais. O lado positivo é a facilidade em fazer reflexões mais aprofundadas. E o grande perigo é ser inflexível e achar que algo só funciona de acordo com suas crenças. Mas, segundo Jeff, não devem se restringir à religião na hora de tomar uma decisão.

7.       O intuitivo

Para o intuitivo a emoção pesa mais do que a razão. Para ele o importante é sentir que aquilo é o certo a fazer, mais do que pensar metodicamente sobre o assunto. No geral toma decisões rapidamente.

Com a rapidez pode vir a armadilha. A impulsividade pode causar arrependimento no futuro. A dica é conter o impulso inicial e se questionar sobre as possíveis consequências, negativas e positivas.

Com Exame.com

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT