Auditoria de conhecimentos

auditoria de conhecimentos é uma técnica de avaliação qualitativa que procura examinar profundamente a saúde de uma organização em termos de conhecimentos. A técnica de auditoria de conhecimentos permite às empresas uma agregação de valor quando elas estão tomando uma ou mais das seguintes medidas:

1 – Definindo uma estratégia baseada em conhecimento;
2 – Arquitetando um modelo para a implementação de um Programa de Gestão do Conhecimento ou de um Processo de Inteligência Competitiva;
3 – Planejando desenvolver uma plataforma tecnológica de apoio à Gestão do Conhecimento ou à Inteligência Competitiva;
4 – Planejando e desenvolvendo pesquisas de Gestão do Conhecimento e de Inteligência Competitiva;
5 – Procurando maximizar os ativos intangíveis;
6 – Enfrentando concorrentes intensivos em conhecimento que estão muito a sua frente na curva de aprendizagem;
7 – Buscando fortalecer a sua própria fraqueza competitiva;
8 – Procurando uma direção para planejar a entrada em um mercado, onde ainda não existe uma estratégia.De fato, uma auditoria de conhecimentos identifica as informações e conhecimentos essenciais, necessários e usados em uma organização. Ela, também, identifica as lacunas, duplicações e os fluxos de como os conhecimentos contribuem para os objetivos de negócio. A auditoria de conhecimentos (as vezes chamada de inventário ou mapa do conhecimento) é uma maneira prática de se identificar o que é conhecido pela organização.Essa auditoria é geralmente realizada por meio da aplicação dos princípios da gestão de recursos de informação (IRM). Uma auditoria de conhecimentos identifica os proprietários, os usuários, usos e atributos-chave de ativos de conhecimento essenciais. WILLARD (1993)1  propõe cinco atividades essenciais da IRM:

1- Identificação: Qual conhecimento existe? Como ele está identificado e codificado?
2 – Propriedade: Quem é responsável pelo conhecimento identificado?
3 – Custo e valor: Qual é o modelo básico para a tomada de decisões sobre compra e uso do conhecimento?
4 – Desenvolvimento: Como podemos aumentar o valor do conhecimento ou estimular a sua demanda?
5 – Exploração: Qual é o melhor caminho para maximizar, de forma proativa, o seu valor em dinheiro?Uma auditoria de conhecimentos é freqüentemente realizada em conjunto com uma avaliação da Gestão do Conhecimento (GC), que fornece uma base sobre a qual se pode desenvolver uma estratégia de GC (SKYRME, 2001)2 .

Isso normalmente envolve o balanço das capacidades de GC atual e, muitas vezes, é realizado como parte de um exercício de formulação de estratégia de GC.Segundo DALKIR (2005)3uma auditoria do conhecimento pode produzir os seguintes tipos de resultados:1 – Identificação dos ativos e fluxos de conhecimentos essenciais – Quem cria? Quem usa;
2 – Identificação das lacunas de informação e de conhecimentos necessários para gerenciar o negócio de forma eficaz;
3 – Áreas da política e de propriedade do conhecimento que precisam ser melhoradas;
4 – Oportunidades para reduzir os custos de tratamento da informação;
5 – Oportunidades para melhorar o acesso e a coordenação às informações e conhecimentos comumente necessários;
6 – Uma compreensão mais clara da contribuição do conhecimento para os resultados do negócio.Um programa de Gestão do Conhecimento (GC) ou um processo de Inteligência competitiva (IC) nunca devem ser implementados sem que uma auditoria de conhecimentos tenha sido realizada. Mais importante ainda, o precursor dos maiores investimentos em plataformas tecnológicas de GC e de IC é uma adequada auditoria de conhecimentos, para determinar exatamente quais ferramentas e soluções são mais adequadas para permitir uma melhor GC ou IC por parte dos conhecimentos das pessoas na organização.Tratam-se de pessoas que serão obrigadas a utilizar as tecnologias recém-adquiridas e adaptar-se ao novo sistema de GC ou de IC. Portanto, é prudente que todas as tentativas sejam feitas para se inventariar os conhecimentos da totalidade ou da maioria das pessoas da organização, antes que qualquer sistema de GC ou de IC seja comprado e implementado. É, justamente aí, onde a auditoria desempenha um papel crucial em uma nova iniciativa de GC ou de IC, pois o conhecimento das “pessoas” formam o essencial desta auditoria de conhecimentos.1 WILLARD, G. ABC of Knowledge Management. NHS National Library for Health, 2005.

2 SKYRME, David J. How to develop a successful KM strategy. David J. Skyrme Associates, 2002.
DALKIR, K. Knowledge Management in Theory and Practice. Elsevier Butterworth–Heinemann: Burlington, 2005.

Por Prof. Neri Santos Dr. Ing

Link Original

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT