A Tecnologia e o pensamento rápido, por Luiz Alberto Ferla*

2015-04-10_DOT_Post-Ferla

*CEO do DOT digital group

Após 25 anos do início do processo de massificação da internet no mundo, a desculpa de que a sua empresa ainda está se adaptando ao mundo digital já não serve mais. Entender e participar desse contexto de forma relevante é o único caminho para se manter competitivo, pois o prognóstico é de que o volume de informação gerado por aparelhos conectados vai crescer exponencialmente. Isto é: mais pessoas interagindo, informando- se e comprando pela web.

No Brasil, mesmo diante da expectativa de retração da economia, o setor da tecnologia da informação deve andar na contramão em 2015. Segundo a empresa de pesquisa International Data Corporation (IDC), o mercado brasileiro de TI pode ficar bem acima do PIB do país e deve terminar o ano como o sexto setor com mais investimentos – a expectativa é chegar a US$ 165,6 bilhões, 5% a mais que em 2014.

Ainda de acordo com a IDC, a tendência para este mercado em 2015 é que 1/3 dos investimentos globais seja para a terceira plataforma – a qual abrange avanços tecnológicos para big data, serviços na nuvem, redes sociais e soluções mobile.

Pensar que estes termos são mais uma descoberta do mundo tecnológico e não encarar o big data, por exemplo, como uma inovação do modelo de negócios, impacta na relação com as pessoas e nos processos comerciais. Hoje somamos mais de 120 milhões de internautas no Brasil, por isso, o pleno entendimento e a adoção dessas ferramentas é cada vez mais urgente.

O cenário de 2015, com certeza, é desafiador, mas também muito promissor. A empresa na qual trabalho escolheu ser maior, unir e somar as expertises de oito empresas em dois macrossegmentos, fortalecendo cada um deles com décadas de experiência. E você, na sua empresa, o que tem feito para acompanhar esse ritmo?

Este artigo foi publicado em 11/04/2015 no jornal Diário Catarinense

Também foi publicado nos portais Acontecendo AquiEmpreendedor e Webinsider.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT